Um fenómeno planetário
les orages et la foudre

A queda de raios é indispensável à vida ao garantir a manutenção do campo elétrico do nosso planeta, mas esse fenómeno não deixa de ser perigoso. Todos os anos, as tempestades produzem na Terra, entre 6 e 8 milhões de raios que podem ultrapassar intensidades de 200 000 amperes. 

Não existe um dia na Terra em que não haja tempestades.

Contrariamente à ideia preconcebida, a atividade de tempestades não ocorre apenas no verão.

A queda de raios atinge a Europa Ocidental mais de 350 dias por ano, sendo que a França regista 250 raios durante o mesmo período. (Fonte: EUCLID e MÉTÉORAGE).

Sabia que…

As tempestades formam-se a partir de uma única tempestade, o cumulonimbus, que tem a particularidade de se desenvolver verticalmente até ultrapassar alturas de mais de 10 km.

O tempo de propagação de um raio pode durar alguns milissegundos.
Em alguns casos extremos, este pode mesmo ultrapassar vários segundos como demonstra o recorde mundial registado pela rede Météorage
em França em 2012: 7,76 segundos.